terça-feira, 18 de agosto de 2009

E no telefone Parte III ...

Já postei por aqui algumas das situações que passei ao telefone, mas aquelas foram casos isolados ... a que estou prestes a narrar é tão comum que já estou acostumada.

Todo mundo que já falou ao telefone comigo e com a minha mãe sempre diz que nossas vozes são parecidas a ponto de confundirem uma com a outra. Já teve gente falando comigo achando que era minha mãe e vice-versa.

Normalmente o pessoal se assusta quando falam 'Silvia' e eu respondo 'Aguarda um instante que vou chamar'.

Mas e quando minha mãe não está em casa???

Triiiiimmmmmm

- Alô!
- Alô! Silvia!
- Ela não está, quer deixar recado?

A pessoa estranha e acaba deixando recado ... mas às vezes aparece um mal educado - ou uma má educada - e o diálogo prossegue:

(tom grosseiro) - Então quem é que tá falando?
(tom igualmente grosseiro) - É a filha dela. Por quê?

Daí a pessoa fica sem graça e deixa recado ...

Agora me 'explicaí' ... por que essa grosseria??? Tá certo que muita gente atende o telefone e diz que não está ... mas vamos pensar ... o que a pessoa achou que minha mãe falaria se fosse ela ao telefone???

- Ah! Desculpa ... você me pegou ... sou eu mesma!!!

Fala sério!!! Sem noção!!!

Cada vez que lembro dessas situações fico imaginando o que a tia do meu outro post falaria se minha mãe estivesse em casa. Ia pedir pra chamar o responsável???

E segue o baile ...

3 comentários:

exoticlic.com disse...

varias vezs que eu atendo o telefone eu digo desculpa a Ferockxia não esta ligue mais tarde uma vez ja zuei quando ligaram cobrando contas atrasadas aqui em casa eu disse minha senhora a ferrockxia era minha irmã ela morreu tragicamente numa viagem, que jsus misericordiosos a tenha depois que desliguei me matei de rir huahuahuahahua

Íris disse...

Essa do 'eu não tô' é clássica!!!

Mas dizer que morreu é ÓTIMA!!!
Adorei!!!

Tati Bela disse...

dizer q morreu eu nunca fiz, gostei da ideia!
mas já disse q ía chamar a pessoa e deixei o cidadão do outro lado esperando até cansar e desligar!
tá insistindo tanto, né? fiz minha parte!